Escreverás nos umbrais e nas tuas portas

"ESTES, pois, são os mandamentos, os estatutos e os juízos que mandou o SENHOR vosso Deus para ensinar-vos, para que os cumprísseis na terra a que passais a possuir; Para que temas ao SENHOR teu Deus, e guardes todos os seus estatutos e mandamentos, que eu te ordeno, tu, e teu filho, e o filho de teu filho, todos os dias da tua vida, e que teus dias sejam prolongados. Ouve, pois, ó Israel, e atenta em os guardares, para que bem te suceda, e muito te multipliques, como te disse o SENHOR Deus de teus pais, na terra que mana leite e mel. Ouve, Israel, o SENHOR nosso Deus é o único SENHOR. Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas". Dt 6.1-9 (01)
Neste texto podemos ver preocupação de Deus na fixação dos mandamentos ao seu povo.

No versículo 9 vemos, "e as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas". Deus queria que todas as vezes que - o chefe do lar, o pai, ao sair para o trabalho, os filhos irem para a escola ou para brincar fora de casa, ou a esposa ir para fora buscar água, como de costume, ou fazer compras, - vissem os mandamentos que estavam fixados nos umbrais e nas portas da casa, para que não esquecessem do Senhor.

Segundo o site Judaísmo Messiânico (02), este comportamento é chamado de Mezuzá.
"Mezuzá (do hebraico מזוזה "umbral") é o nome de um mandamento da Torá que ordena que seja afixado no umbral das portas um pequeno rolo de pergaminho (klaf) que contém as duas passagens da Torá que ordenam este mandamento, "Shemá" e Vehaiá" (Deuteronômio 6:4-9 e 11:13-21). A mezuzá deve ser afixado no umbral direito de cada dependência do lar, sinagoga ou estabelecimento judaico como lembrança do criador. Deve ser posto a sete palmos de altura do chão, apontando para dentro do estabelecimento com a extremidade de cima. Os judeus costumam beijar a mezuzá toda a vez que se passa pela porta, para lembrar das orações que estão contidas ali dentro e os princípios do judaísmo que elas carregam." (03)
O "Mezuzá" é praticado até hoje pelos judeus, conforme a foto acima. Para nós cristãos, não seria diferente, podemos colocar nos umbrais de nossa casa e também em nossas portas a palavra de Deus. Para que nossos filhos, esposa, os que passam por ela, vejam a Palavra de Deus.

Deus através de sua multisabedoria, ensinou seu povo a utilizar este meio de comunicação, "fixar palavras nos umbrais e nas portas das casas", poderíamos fixar quadros com temas bíblicos nas paredes de nossa sala, quartos dos filhos, escritório, sala de TV, quarto de visita ou outras dependências. Não é verdade? E na porta de nossa casa ou apartamento, colocar um pequeno quadro, por exemplo, "eu amo minha família", "família, uma instituição divina", ou "nesta casa, servimos ao Senhor".

Conhecemos hoje, mais um exemplo bíblico de comunicação, e sua igreja, o que está fazendo na área de comunicação? E você? O que tem feito com a comunicação que Deus te deu?

Pense nisto!

Autor: Pr. Márcio Batista
Foto: AP/Matt Volz

(01) Bíblia Sagrada Gratuita - João Ferreira de Almeida - Corrigida e Revisada © 2003 Eliseu F. A. Jr.
(02) Mezuzá. Mitzvá. Disponível em: www.judaismomessianico.net/mezuza.htm.
Acesso em: 06 de junho de 2009.
(03) Mezuzá. Wikipédia. Disponível em: pt.wikipedia.org/wiki/Mezuz%C3%A1.
Acesso em: 06 de junho de 2009.

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Mídia Cristã e demais colaboradores".

Você também irá gostar

0 comentários