Dicas de comunicação e expressão


Muitas pessoas falam demais e se comunicam de menos. Quando necessitamos dizer algo, é instintivo o desejo de falar imediatamente. No entanto não é o ideal para uma boa comunicação. O diálogo é a comunicação entre duas ou mais pessoas. Já o monólogo, é quando apenas um fala.

Algumas pessoas não diferenciam uma situação da outra e acabam falando demais. Por uma série de fatores, é importante que você seja um bom ouvinte:

As pessoas gostam de ser ouvidas e se sentirão prestigiadas por você.
Você captará melhor toda a exposição do outro.
As idéias do outro podem ser importantes ao desenvolvimento daquilo que será dito por você em seguida.
Pessoas que falam demais são muitas vezes consideradas como chatas.

DICAS PARA FALAR MELHOR

SEJA VOCÊ MESMO – Essa é a primeira e maior dica de como falar melhor: a naturalidade acima de tudo. Nenhuma técnica poderá ser mais importante que a sua naturalidade. Aprenda, aperfeiçoe, progrida, mas ao falar seja sempre natural.

PRONUNCIE BEM AS PALAVRAS – Pronuncie completamente as palavras. Principalmente não omita a pronuncia dos “s” e “r” finais e dos “i” intermediários. Por exemplo: fale primeiro, janeiro, terceiro, precisar, trazer, levamos, e não janero, tercero, precisá, trazê, levamo. Pronuncie todos os sons corretamente.

FALE COM BOA INTENSIDADE – Se falar muito baixo, as pessoas que estiverem distantes não entenderão suas palavras e deixarão de prestar atenção. Também não deverá falar muito alto porque, além de se cansar rapidamente. Poderá irritar rapidamente os ouvintes. Fale numa altura adequada para cada ambiente. Nunca deixe, entretanto de falar com entusiasmo e vibração. Se não demonstrar interesse por aquilo que transmite, não conseguirá interessar sua platéia.

FALE COM BOA VELOCIDADE – Não fale rápido demais. Se a sua dicção for deficiente será ainda mais grave, já que dificilmente alguém conseguirá entendê-lo. Também não fale muito lentamente, com pausas prolongadas, para não entediar os ouvintes.

TENHA UM VOCABULÁRIO ADEQUADO – Um bom vocabulário tem de estar isento de excesso de termos pobres e vulgares, como as gírias. Por outro lado, não se recomenda um vocabulário repleto de palavras difíceis e quase sempre incompreensíveis. Evite também o vocabulário especifico de sua profissão diante de pessoas não familiarizadas com esse tipo de palavreado.

TENHA INÍCIO, MEIO E FIM – Toda fala, seja numa simples conversa ou numa apresentação para uma grande platéia, precisa ter inicio, meio e fim. Parece óbvio, mas não é. Planejar como será o início, meio e fim é fundamental antes de uma apresentação em público.

FALE COM ENTUSIASMO – Vibre com sua mensagem, demonstre emoção e interesse nas suas palavras e ações. Assim, terá autoridade para interessar e envolver seus ouvintes.

Autor: Reginaldo Rocha
Fonte: evangelhohoje.blogspot.com

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Mídia Cristã e demais colaboradores".

Você também irá gostar

1 comentários